Email sedfcontato@gmail.com
Telefone (61) 3273 0307

HISTÓRIA

1979 – Associação Profissional dos Enfermeiros do Distrito Federal

janeiro 1, 1979

Criação da Associação Profissional dos Enfermeiros do Distrito Federal.

1981 – Fundação

janeiro 1, 1981

Fundação do Sindicato dos Enfermeiros do Distrito Federal.

2000 – Criação da carreira no DF

janeiro 1, 2000

Lei nº 2.638 cria a carreira de enfermeiro, na Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) e reduz a carga horária dos enfermeiros de 30 para 24 horas semanais.

2007 – Convenção Coletiva

janeiro 1, 2007

O Sindicato dos Enfermeiros do DF conquista, junto ao Sindicato dos Hospitais Brasilienses (SBH), o estabelecimento de Convenção Coletiva, tabela salarial e aumento de 21% para enfermeiros que trabalham em empresas privadas.

2007 – Redução da carga horária

janeiro 2, 2007

O SEDF conquista almejada redução de carga horária – de 24 para 20 horas semanais -, por meio da Lei 4.014/07, votada na Câmara Legislativa do DF (CLDF) e sancionada pelo governador José Roberto Arruda.

2016 – Mobilização contra as Organizações Sociais (OS)

janeiro 1, 2016

Em um contexto de crise econômica e política, em todo o país e no Distrito Federal, o SindEnfermeiro engaja- se na luta contra a implementação de Organizações Sociais (OS), no serviço de saúde. A atuação do sindicato, junto à Câmara Legislativa (CLDF) e a mobilização – tanto junto à categoria, quanto à população – é fundamental para evitar que instituições privadas assumam o gerenciamento de unidades de saúde, no DF.

2017 – Filiação à FNE

janeiro 1, 2017

Após destaque pela atuação a nível distrital, o SindEnfermeiro filia-se à Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), visando a representatividade em âmbito federal e maior participação em fóruns fundamentais para a categoria como no que diz respeito a carga horária de 30 horas, a aposentadoria especial e ao piso salarial do enfermeiro. O sindicato, junto a FNE, trabalha para que a reforma da previdência imposta pelo governo federal, contemple a aposentadoria especial para a categoria.

2017 – Mobilização pela aposentadoria especial

janeiro 2, 2017

O SindEnfermeiro-DF representa a categoria, em audiência pública, na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH), sobre Projeto de Lei (PLS) 349/2016, que estabelece aposentadoria especial para o enfermeiro – após 25 anos de contribuição -, recebendo 100% do salário de benefício.

2017 – Fixação de escala no Sarah Kubistchek

janeiro 3, 2017

O SindEnfermeiro-DF atua, incisiva e efetivamente, junto ao Sarah Kubistchek e a Superintendência do Trabalho, na estabilização da escala dos profissionais da rede Sarah, no Distrito Federal.

2017 – Lei do Descanso Digno

janeiro 4, 2017

Articulação do sindicato contribui para aprovação da Lei do Descanso Digno. O projeto de lei 1.147/16 obriga instituições de saúde (públicas e privadas) a oferecerem estrutura de descanso adequadas para os profissionais de Enfermagem do DF.

2017 – GTIT

janeiro 6, 2017

Ação ajuizada pelo SinEnfermeiro-DF garante a manutenção da Gratificação por Titulação (GTIT) – até 30% dos vencimentos – aos Enfermeiros. O benefício havia sido indevidamente supenso pela Secretaria de Saúde (SES).

2017 – GMOV

janeiro 7, 2017

O SindEnfermeiro-DF promove ação de Cumprimento de Sentença contra o Distrito Federal para que a Gratificação de Movimentação (GMOV) – indevidamente suspensa, no período de maio de 2012 a março de 2013 – seja paga aos enfermeiros prejudicados com a suspensão. A Justiça condenou o Distrito Federal a regularizar as pendências.

2017 – Ticket Alimentação

janeiro 8, 2017

A diretoria do sindicato toma conhecimento de ações que encontravam-se estagnadas – em gestões anteriores – e concentra esforços no desarquivamento dos processos. O objetivo é garantir o pagamento dos valores devidos seus sindicalizados. A partir da atuação do departamento jurídico do sindicato, a Justiça ordena o pagamento dos precatórios de Ticket Alimentação e, então,

2017 – FUEnf

janeiro 9, 2017

Com objetivo de atuar em causas comuns e ampliar o alcance das entidades representativas, funda-se a Frente Única da Enfermagem (FUEnf). Formada, no ato de sua fundação, por Sindicato dos Enfermeiros (SindEnfermeiro- DF), dos Auxiliares e Técnicos (Sindate- DF), Associação Brasileira (ABEn-DF) e Conselho Regional de Enfermagem (Coren-DF), o grupo atua em prol de melhorias na Enfermagem do Distrito Federal. Ainda em 2017, a Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras (ABENFO-DF) junta-se ao colegiado.

2017 – Centro de Parto Normal (CPN)

janeiro 10, 2017

Visando alcançar indicadores de melhoria e segurança na assistência à gestantes, parturientes e a recém-nascidos – através da boa prática de atenção ao parto e ao nascimento -, a Frente Única da Enfermagem (FUEnf) desenvolve projeto do Centro de Parto Normal (CPN) – peri-hospitalar -, no Gama. A enfermagem tem papel elementar no projeto ao se tornar responsável pela supervisão da assistência no centro, além de atuar diretamente na assistência às mulheres. O estabelecimento de fluxos dos serviços e o atendimento, em todos os níveis, ficam a cargo dos enfermeiros – mesmo não excluindo a necessidade específica da atuação médica e multiprofissional eventualmente.

2017 – Regulamentação de carreiras e concurso para especialistas

janeiro 11, 2017

Através da articulação da Frente Única da Enfermagem (FUEnf) junto aos poderes competentes, as especialidades de enfermeiro obstetra e de família e comunidade são regulamentadas pela Portaria Conjunta (74/2017) – das Secretarias de Planejamento e Saúde. A demanda surge concomitante ao estabelecimento do Centro de Parto Normal (CPN), no Gama, e a regulamentação

2017 – Reforma da sede e profissionalização

janeiro 12, 2017

O SindEnfermeiro profissionaliza e moderniza toda a sua estrutura física e de recursos humanos. Com o objetivo de atender as demandas dos enfermeiros do DF com o devido profissionalismo, a sede – localizada na 714 norte (Brasília) – passa a contar com aparato até então não implementado pela instituição. Espaços de recepção, salas de homologação e reuniões, auditório, diretoria, e departamentos de comunicação e jurídico (com profissionais especializados) dão o devido suporte e conforto ao sindicalizado.

2017 – Acordos Coletivos

janeiro 5, 2018

Comissão de Rede Privada do SindEnfermeiro-DF faz valer, junto a Rede Santa, aumento de 11,6%, no Hospital Santa Lúcia, além dos retroativos de 5 anos, no Hospital Santa Lúcia.